Efapi 2023 teve déficit que podem ser cobertos por receitas geradas pelos negócios

Segundo a Prefeitura de Chapecó, a Efapi 2023 rendeu mais de R$ 200 milhões em negócios fechados e tem projetados mais R$ 400 milhões em comercializações futuras. Com isso, de acordo com o secretário da Fazenda, Moacir Rohr, a feira deste ano pode render aos cofres municipais cerca de R$ 13 milhões em impostos.

Os números finais da Efapi foram apresentados na manhã de segunda-feira, 30, no Centro de Cultura e Eventos, com a presença do prefeito João Rodrigues (PSD), do vice-prefeito Itamar Agnoletto (PP), de vereadores e representantes de entidades empresariais.

A coordenadora geral da Efapi 2023, Isabel Trierveiller Machado, destacou que foram arrecadados R$ 6,83 milhões, sendo R$ 3,8 milhões em patrocínios e permuta, R$ 2 milhões em venda de espaços, R$ 800 mil em permissão de exploração de serviços e R$ 160 mil em impostos.

Já as despesas foram de R$ 7,9 milhões, sendo R$ 1,6 milhão somente na contratação dos shows gratuitos para quatro dias. As outras despesas foram em divulgação na mídia, insumos para o setor agropecuário, manutenção elétrica, serviços de limpeza e segurança, seguro, locação de equipamentos, banheiros químicos, alimentação, rodeio country, locação e outros serviços.

A diferença entre receitas e despesas foi um déficit de R$ 1,1 milhão, mas como R$ 400 mil eram de permuta, a diferença ficou em R$ 700 mil, número bem abaixo do que será gerado com os impostos dos negócios durante a feira, explica Isabel.

“Poucas cidades do país tem um parque como nosso e um agro tão forte. Chapecó é uma cidade vocacionada para eventos. Agora vamos planejar a próxima Efapi, já pensando em atrair clubes de serviços, SAC, gastronomia com pratos típicos, evento agropecuário separado, novo pavilhão, nova concha acústica, pensar na aquisição do terreno ao lado do parque, pois a Efapi e outras feiras como Mercoagro, Mercomóveis e Fetranslog vão crescer ainda mais”, disse João Rodrigues.

A próxima edição está prevista para outubro de 2024. E a pesquisa de satisfação apontou que, dentre os 500 expositores, 94% já manifestaram interesse em estar novamente daqui dois anos.

Adicionar comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

Acompanhe

Entre em nosso grupo do Whatsapp e nos siga em nossas redes

Patrocinadores