Darci de Matos pode virar deputado titular e Kennedy Nunes foi para o PL

O deputado federal e secretário de Estado do Meio Ambiente, Ricardo Guidi, deixou o PSD e assinou a ficha no PL de Jorginho Mello e isso trará a consequência da perda do mandato em Brasília.

O PSD de Santa Catarina vai requerer o cargo por entender que Guidi trocou de partido fora da janela partidária. Guidi sabia disso e arriscou, porque acredita que pode vencer os demais concorrentes a Prefeitura de Criciúma em 2024.

Como Ricardo Guidi está na secretaria do Governo do Estado, quem está exercendo o mandato é o deputado federal suplente Darci de Matos (PSD), de Joinville.

Provavelmente ele passará a ser o titular se a Justiça Eleitoral confirmar a tese do PSD e a cidade mais populosa de Santa Catarina passará a ter novamente um deputado federal.

Na manhã dessa terça-feira, 9, o atual diretor do Detran/SC, que havia deixado o PRD recentemente, informou que assinou a ficha no Partido Liberal a convite do governador Jorginho Mello.

Na postagem que fez no seu Instagram, Kennedy disse que “além de sermos grandes amigos, Jorginho Mello passa agora ser meu líder partidário nesse novo ciclo”.

O governador do Estado convidou Kennedy para ser o seu candidato a prefeito em Joinville, mas ele acabou declinando do convite por achar que deve fazer um trabalho mais longo no Detran.

Mas é fato que Kennedy Nunes será candidato em 2026, muito provavelmente a deputado federal, pois já esteve na Assembleia Legislativa por três mandatos consecutivos (de 2011 a 2023) e agora quer voar mais longe.

Adicionar comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

Acompanhe

Entre em nosso grupo do Whatsapp e nos siga em nossas redes

Patrocinadores