Deputado de SC diz que governo Lula usa a tragedia do RS para prejudicar produtores

No último dia 10 de maio o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) editou uma Medida Provisória que autoriza a importação de até 1 milhão de toneladas de arroz do Mercosul pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Os pacotes terão que ser vendidos com o logotipo do governo com os dizeres “Produto adquirido pelo Governo Federal”.

O leilão para a compra desse arroz estava previsto para acontecer na terça-feira, 21, mas acabou sendo por causa da enchente no Rio Grande do Sul, que é responsável por 70% da produção do grão no Brasil.

A justificativa do Governo Federal para a compra é a recomposição dos estoques. Esse fato tem gerado revolta em entidades e autoridades que defendem o agro e o deputado federal Rafael Pezenti (MDB) diz que a ação vai prejudicar os produtores brasileiros.

“Essa é uma iniciativa péssima porque, além de Lula usar a desgraça para tirar proveito político pessoal, vai impactar a nossa economia, prejudicar os produtores e o nosso agronegócio. Não tem lógica, não faz sentido o governo usar essa justificativa para importar mais arroz, sendo que o Brasil produziu, em 2023, quantidade suficiente para atender à demanda interna”, explicou.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) disse que o Brasil produziu em 2023 cerca de 10,2 milhões de toneladas de arroz.

Pezenti ressalta que essa medida vai causar uma bagunça no mercado e prejudicar ainda mais os produtores que já estão com prejuízos incalculáveis e produtividade baixa.

“Cerca de 85% das lavouras já tinham sido colhidas quando começou essa tragédia no nosso estado vizinho. Esse dinheiro poderia e deveria ser empregado nas estradas, para reconstruir pontes, salvar famílias que ficaram sem casas, que perderam máquinas, tratores e animais. Falta sensibilidade, falta noção a esse governo”, lamentou o deputado.

Adicionar comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

Acompanhe

Entre em nosso grupo do Whatsapp e nos siga em nossas redes

Patrocinadores