Micro e pequenas empresas geraram em setembro 73,5% dos empregos em SC

No mês de setembro deste ano Santa Catarina gerou um saldo líquido de 12 mil novos empregos e mais uma vez as micro e pequenas empresas lideraram a estatística da criação de postos de trabalho.

Elas foram responsáveis por 8,8 mil novas vagas, o que representa 73,5% do total no mês. Esse é o segundo maior número de postos de trabalho criados pelos pequenos negócios, em 2023, ficando atrás apenas de fevereiro, quando foram criadas 9,2 mil vagas.

Já as médias e grandes empresas, que apresentavam saldo negativo desde junho de 2023, criaram 2,5 mil novas vagas, correspondendo a 21,5% dos novos empregos. Os números de setembro foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) a partir de levantamento feito pelo Sebrae.

O presidente do Sebrae Nacional, Décio Lima (PT), destacou a representatividade das micro e pequenas empresas catarinenses na geração de emprego e renda para o estado.

“Estamos falando de um PIB de 3,1%, superávit na balança comercial e inflação controlada e Santa Catarina faz parte deste contexto, pois o empreendedorismo também se apresenta com uma porta dos sonhos capaz de transformar realidades”, ressalta.

No acumulado de 2023, o estado de Santa Catarina já registrou a criação de 82,5 mil empregos, dos quais as Micro e Pequenas Empresas contribuíram com 54,2 mil, o que representa 65,7% do total. As médias e grandes empresas geraram neste ano 21,7 mil empregos (26,3% do total).

OS SETORES QUE MAIS CONTRIBUIRAM

Nesse mês de setembro, os setores que mais contribuíram para a geração de empregos entre as médias e pequenas empresas catarinenses foram os serviços, com 4,8 mil novos empregos; comércio com 2,2 mil, e indústria da transformação, com 1,4 mil.

Nas médias e grandes empresas o destaque também ficou para o setor de serviço, com 2,1 mil novos postos de trabalho.

No acumulado do ano das empresas menores, os setores de serviços se destacam no estado com 24,7 mil novos empregos; seguido por construção com 11,1 mil; e indústria da transformação com 9 mil.

Já entre as maiores, os setores que mais se destacam são serviços (14,5 mil novas vagas), indústria da transformação (9,1 mil), e construção civil (1,2 mil).

Adicionar comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

Acompanhe

Entre em nosso grupo do Whatsapp e nos siga em nossas redes

Patrocinadores